A Bio Pirataria no Brasil

A biopirataria é a prática ilegal de exploração, manipulação, exportação e comercialização de recursos biológicos de um país a outro, com finalidade já determinada, sendo esses direcionados à confecção de medicamentos ou cosméticos. Tal prática, além de causar prejuízos ao ecossistema de origem, pode bloquear o monitoramento de suas espécies bem como o reconhecimento desses pelas matérias-primas por ele fornecidas. 

A biopirataria marca um processo descontrolado de retiradas da natureza que a impede de suprir ou renovar o que dela foi tirado. Estima-se que milhões de animais e plantas são contrabandeados de países como o Brasil, Indonésia, China e Índia. A forma como as riquezas biológicas são expostas geram cada vez mais prejuízos à biodiversidade, pois muitos se passam por turistas ou cientistas bem intencionados e conseguem acesso aos índios, mateiros e matutos, esses que conhecem bem a finalidade de cada planta e de cada animal e suas peçonhas, passam todo seu conhecimento, perdendo assim o controle sobre esses recursos. 

No Brasil, a biopirataria se concentra, principalmente, na Amazônia e ainda na Caatinga, Pantanal e Mata Atlântica. Essas áreas, além de outras ricas em fauna e flora, dão ao país o título de maior biodiversidade mundial, o que chama a atenção dos biopiratas e de indústrias estrangeiras camufladas por traz desse tráfico. Em 1992, no Rio de Janeiro, foi anunciada e assinada a Convenção da Diversidade Biológica que busca regulamentar os recursos biológicos bem como a comercialização desses. Dessa forma, como mostrado em exemplo na Eco-92, existem inúmeros movimentos que se esforçam para manter a boa funcionalidade do ecossistema.

Conclusão da Aluna Laura Franca Guimarães dos Santos :

A Biopirataria é crime que é inafiançável, pois destrói a natureza, sua biodiversidade. O que eu entendi sobre esse tópico da grande Amazônia foi que isso leva ha muitas mortes, quanto de animais silvestres quanto dos vegetais, com isso, a cadeia alimentar vai ser destruída, pois não haverá predador e nem presa.

Eles, os criminosos, vendem os animais mais pro exterior, onde é mais vendido. Para solucionar esse problema, poderiam prender os criminosos, não comprar esses animais sem a autorização do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente).

 Fonte

 http://www.alunosonline.com.br/biologia/biopirataria

%d bloggers like this: